publicado em 6 de novembro de 2012
  Torquemada 17 Balas: Interação com o público marca primeiro dia de espetáculo em BH

                                                                                           por  Gildázio Santos

O primeiro dia da  apresentação  do espetáculo  Torquemada 17  Balas  em BH, ocorrido óntem dia 05 de novembro, foi marcado pela intensa  participação do público, o excelente desempenho do Grupo de Teatro do Oprimido Garoa  de São Paulo  transformou ja na entrada do Teatro Marília em Belo Horizonte os tespectadores em “teslespectatores”, na chegada  estampada  na faixada  do teatro na AV. Prof.  Alfredo Balena à altura do Número, 586, um imensa Bandeira do Brasil, indicava o que lá dentro, tudo podia acontecer, só não seria permitido  sair do jeito que entrou.

 Cada  integrande do público recebia  dos organizadores  uma programação da peça, um documento de autorização de uso da imagem uma vez que naquele momento era feita já a conversão para essa nova categoria de telespectadores para teslespectatores, e recebiam também um material para anotar as impressões, reflexões, questionamentos propvocados a cada momento das  cenas.

O tempo inteiro o palco se invertia, o público subia ao palco ou a plateia virava palco e assim foi ocorrendo  o enrredo, aos poucos ia sendo contruida uma grande aula de cidadania e direitos humanos onde todos participavam  interativamente.

Hoje dia  06  de novembro acontece novamente o espetáculo  com um outro público, amanhã  as 9h00  acontece no mesmo endereço  uma roda de conversa sobre  Teatro de Resistência  e  Militância em Direiros Humanos na Atualidadeom a seguinte composição:

Roda de Conversa: 
 
Teatro da Resistência  e Militância  em Direitos Humanos  na Atualiade
 
Quarta feira: 07  de novembro
Horário: 9h
Local: Teatro Marília, Av. Alfredo Balena, 586, BH, MG.
 
Convidados:
 
Pedro Paulo Cava – Diretor de teatro e produtor e empreendedor cultural
 
Cássio  Pinheiro – Ator e Diretor de Teatro, Assessor Especial da Presidência  da Fundação Municipal de Cultura de BH.
 
Christina Rodrigues – Presidente da Associação dos Amigos  do Memorial da Anistia Política do Brasil
 
 
Gustavo  Henrique Teixeira – Coordenador  da Comissão de Direitos Humanos do Conselho  Regional de Serviço  Social – CRESS – MG.
 
Kelly di Bertolli – Diretora de Teatro e Militante de Direitos Humanos
 

Comentários

comentário

 
Parceiros
 
  © Copyright 2011. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Start(up)